Arquivo de abril de 2014

Massagem Shantala – Você sabe mesmo o que é?

Postado por admin em 22/abr/2014 - Sem Comentários

 Doula X

Todo mundo sabe o que é massagem e a maioria das pessoas sabe como é gostoso receber… mas tudo sobre a Massagem Shantala e seus poderosos efeitos nos pequeninos, você também sabe?

Então vamos lá!

Esta gostosa massagem indiana envolve uma sequência de toques sutis e carinhosos que estimulam muitos pontos dos vários meridianos, de tal forma que consegue influenciar beneficamente todos os órgãos do corpo de uma criança, harmonizando ou ativando os que estiverem desvitalizados. Pelo próprio estímulo físico que é, a massagem desencadeia um reflexo nervoso que propicia a redistribuição de sangue entre os órgãos e as vísceras, rompendo também cadeias de tensão, bloqueios e nódulos. Estes efeitos são responsáveis pelos resultados mais comumente relacionados à prática: melhora do sono e do funcionamento do sistema digestivo (portanto diminuição das cólicas e/ou prisão de ventre) e aumento da consciência corporal, permitindo um bom desenvolvimento psicomotor e prevenindo problemas futuros.

Mas além destes ótimos efeitos, a massagem ainda atua sobre os sistemas linfático e respiratório, aumentando a imunidade dos pequenos e a capacidade de expansão torácica deles. E tem mais, acredita?! Os efeitos mais sutis (mas não menos importantes!) são as sensações de calor, acolhimento, amor, amizade e pertencimento sentidas pelos bebês e crianças, resultados da liberação de endorfinas durante a massagem relaxante. Por isso, além de ser indicada para bebês pequeninos, ela pode ser uma forma muito útil de ajudar uma criança no início da fase escolar e nas adaptações da vida como a chegada de um irmão mais novo. Os resultados são excelentes e a gente percebe pelo convívio com a criança, que se mostra cada vez menos tímida e mais confiante.

Para concluir este ritual de harmonia, ritmo e ternura, o bebê ou a criança deve ser colocada no ofurô: um banho de água morna no balde ou na banheira por alguns minutos… e depois, geralmente é cama! Ou colo, pois todo mundo relaxa com tanta coisa boa, não é?!

Após todo este ritual tranquilo de dedicação exclusiva (por aproximadamente 40 minutos), não é de se estranhar que aconteça um natural estreitamento de vínculo entre quem faz e quem recebe e este, sem dúvida, é um dos mais doces efeitos da massagem Shantala… 😉

 

Cuidados na Gestação, Parto e Pós-Parto – Assoalho Pélvico

Postado por admin em 13/abr/2014 - Sem Comentários

Para manter a saúde na gravidez e pós-parto e ainda garantir um bom físico para o momento do parto, é necessário fazer algumas coisinhas… principalmente com relação ao Assoalho Pélvico. Mesmo que a via de parto escolhida não seja a vaginal (quando é escolhida uma cesariana), o peso do bebê se desenvolvendo no ventre da mãe durante vários meses requer uma atenção especial, pois é trata-se de uma sobrecarga para esta musculatura.

Sim, o Assoalho Pélvico é um conjunto de músculos (fáscias e ligamentos também), e não simplesmente uma pele!! Ele se localiza entre o osso púbis, o cóccix, fechando a parte de baixo da pelve. Falamos muito pouco dele no dia-a-dia, mas ele consiste uma uma estrutura extremamente importante pois garante a continência urinária e fecal (não deixar escapar xixi ou cocô), bem como a manutenção dos órgãos pélvicos em suas posições anatômicas e a função sexual. O mau funcionamento do Assoalho Pélvico ocasiona muitos desconfortos e constrangimentos que vão desde a comum incontinência urinária e dificuldade de controlar a saída de gases e/ou fezes, até a caída da bexiga e a diminuição do prazer durante o ato sexual.

Por isso é importante cuidar bem dele! O ideal é praticar exercícios de fortalecimento desta musculatura durante toda a gestação e no pós-parto, garantindo que ela dê conta também do peso do bebê e que os órgãos internos voltem ao seu lugar normal o mais rápido possível. Mas quando a escolha da via de nascimento é a vaginal (parto normal ou natural), é bom também praticar alguns alongamentos e massagens específicas da região para evitar lascerações.

Ao contrário do que se acreditava antigamente, sabe-se hoje que a Episiotomia (corte da vulva para “facilitar” o nascimento do bebê) pode prejudicar muito o estado genital das mulheres ao invés de preservá-lo (e não influencia positivamente a saída do bebê), ou seja, ela é mais prejudicial do que benéfica, e portanto deve ser evitada.

Pensando nisso e em uma forma de facilitar a preparação do Assoalho Pélvico feminino para o momento do parto, foi desenvolvido um aparelho simples e muito eficaz com o nome de Epi-no, que quer dizer: EPIsiotomia NÃO. O Epi-No é um aparelho também simples e fácil de usar. Ele pode ser usado tanto para tonificar e fortalecer a musculatura, quanto para aumentar a flexibilidade da musculatura vaginal e períneo, através de exercícios e distensão. Atualmente já é comercializado no Brasil!

Doula 20

Principalmente para as gestantes, vale mesmo a pena se inteirar sobre o assunto, não é?! Todas as orientações e exercícios são bem simples, vale a pena saber mais!!

Drenagem Linfática – Você sabe mesmo o que é?

Postado por admin em 13/abr/2014 - Sem Comentários

O assunto de hoje é DRENAGEM LINFÁTICA – Desmistificando a massagem super famosa e querida entre as mulheres.

Assim, os homens vão passar a entender como também podem se beneficiar desta massagem e porque o apoio deles é tão importante, enquanto as mulheres que já fizeram ou ainda não experimentaram (e esperam efeitos miraculosos desta massagem) saibam seus reais efeitos, que ultrapassam os estéticos…

Vamos lá:

A Drenagem Linfática Manual (DLM) é uma massagem de movimentos firmes e suaves realizados com as mãos do terapeuta, no corpo inteiro do cliente (pois é, homens também podem receber!!). Os movimentos são específicos para atuar no Sistema Linfático, que é uma rede superficial de vasos e gânglios no nosso corpo. Veja bem: a massagem é firme e suave mas nunca vigorosa. Consequentemente, NUNCA promove vermelidão ou hematoma!!!!

A sequência dos repetidos movimentos firmes e suaves muitas vezes produz um efeito relaxante, o que torna a massagem muito agradável, mesmo sem ser profunda. Mas definitivamente, este não é o seu principal objetivo. O Sistema Linfático é responsável pela defesa do nosso corpo (produção de células imunes) e limpeza de toxinas: remove fluidos e ácidos graxos (gorduras) em excesso dos tecidos corporais levando-os para o sistema circulatório (veias sanguíneas). Então, seu efeito é também revigorante, estético (reduz celulites!), auxiliar na redução de edemas e acelerador do processo de cicatrização.

Por isso é que ela é muito utilizada pelas mulheres: elas possuem grande propensão à retenção de líquidos (principalmente no período pré-menstrual e durante a gestação), o que além de ser um inconveniente estético, sobrecarrega funções corporais e portanto contribui para a piora de desconfortos como sonolência, edemas, cefaléias e síndrome do túnel do carpo. Com a massagem, elas costumam se sentir revigoradas, mais leves e mais bonitas! Mas infelizmente a massagem não faz milagre: é preciso malhar, aumentar a ingestão de água e melhorar a alimentação para que a celulite vá embora de vez!!

Pelas funções importantes do Sistema Linfático, esta massagem também é muito recomendada e utilizada no período pós cirúrgico de todos os tipos: mastectomias, cirurgias ortopédicas (joelho, quadril, etc), corretivas e plásticas (abdominoplastia, rinoplastia, implantes, etc). Ela é capaz de acelerar a cicatrização dos tecidos e estruturas envolvidas, melhorando a qualidade e adaptação do corpo à nova estrutura. Por isso, é sempre bom!!

Se você ainda não experimentou, reserve um tempinho e venha conhecer! Semanalmente ou esporadicamente (quando os sintomas pioram ou depois de uma semana estressante) a massagem ajuda no reequilíbrio do corpo e suas funções!!

Curso de Preparação para o Parto HypnoBirthing – entenda um pouco melhor

Postado por admin em 11/abr/2014 - Sem Comentários

Você também sente que parece mais difícl ter um parto normal ou natural no Brasil, do que uma cesariana?

Você está buscando alguma alternativa para dar à luz ao seu filho sem aflição e desconforto, mas sem precisar recorrer a uma grande cirurgia?

Então você realmente precisa conhecer a proposta (e os resultados!!) do Curso de Preparação para o Parto HypnoBirthing – O Método Mongan!!

Assista o vídeo abaixo (legendado) e entenda como funciona e quão mais maravilhoso pode ser a sua gestação e o momento do nascimento do seu filho!

Para informações sobre cursos no Brasil, entre em contato através dos canais:

www.HypnoBirthingBrasil.net

www.facebook.com/HypnoBirthingBrasil

HypnoBirthingBrasil@gmail.com

(11) 987-501-774

HypnoBirthing – Você sabe o que é isso?

Postado por admin em 11/abr/2014 - Sem Comentários

HypnoBirthing… Você sabe o que é isso?

A maioria dos brasileiros nunca ouviu falar deste lindo Método de Preparação para o Parto… mas deveriam!!

Porque trata-se de um olhar amoroso e tranquilo ao momento do parto e que tem ajudado muitas mulheres do mundo inteiro a dar à luz de forma confortável (sem anestetesia e sem dor!) e tranquila… principalmente porque estavam sem medo!

O método foi desenvolvido pela norte-americana Marie Mongan no início dos anos noventa, com a intenção de ajudar a filha a ter uma experiência de parto positiva. O método foi tão eficaz que logo começou a ser procurado por muitas gestantes e culminou com a formatação de um programa e a publicação de dois livros sobre o método.

Hoje o método é largamente utilizado em mais de 45 países e oferece uma excelente alternativa aos medos e intervenções desnecessárias comuns no ambiente de gestação e parto hoje em dia…

Confira a definição pelas palavras da criadora do método, Marie Mongan:

“HypnoBirthing é um programa simples e sério, cuidadosamente desenvolvido ao longo dos anos para lembrar às mães a simplicidade do parto.
Assim como a maioria das mulheres parindo não necessitam de intervenções e procedimentos para um parto seguro e saudável, não é necessário um conjunto complexo de exercícios e roteiros para se preparar para um parto tranquilo, calmo e confortável. O corpo de parto e o bebê sabem exatamente o que fazer.
O HypnoBirthing foi projetado para ensinar as mulheres a confiar na forma de parir da Natureza e para relaxar e deixar seus corpos fazerem o que é necessário. Com a prática de algumas técnicas principais, as mães programam suas mentes e condicionam o corpo para o nascimento facilmente.”

Interessante, não é?!

Por isso que eu me encantei tanto e tenho trabalhando muito para torná-lo cada vez mais acessível às brasileiras! Hoje, já ofereço cursos em São Paulo e a partir de Maio/2014, no Rio de Janeiro também!

Conheça mais sobre o método na página do facebook HypnoBirthingBrasil ou no site www.HypnoBirthingBrasil.net

Fisioterapia na Saúde da Mulher

Postado por admin em 11/abr/2014 - Sem Comentários

Você sabe o qual é a atuação da Fisioterapia na Saúde da Mulher?

Parece frescura, mas não é! A mulher tem ciclos e características próprias que merecem ser cuidados com atenção especial. Entenda:

A Fisioterapia na Saúde da Mulher visa prevenir e tratar mulheres em situações obstétricas (grávidas), puérperas (pós-parto) ou de patologias uroginecológicas e mamária (câncer de mama só mulher tem, né?!). Além claro de outras situações que são definidas pelo ambiente e costumes comuns à mulheres…

Todo o trabalho é feito através de programas especializados e personalizados, pois o objetivo é a saúde e o bem-estar da mulher. Com ajuda, a mulher pode se adaptar de forma mais tranquila e suave às diferentes fases da vida (da adolescência ao climatério), se preparar mais adequadamente para a gestação e parto e se reabilitar de patologias que atingem mais comumente (ou exclusivamente) o sexo feminino. Por exemplo: incontinência urinária, câncer de mama, fibromialgia, dor pélvica crônica, disfunções sexuais e etc.

Para cada situação e pessoa o programa inclui diferentes técnicas, abordagens e orientações como exercícios de fortalecimento e/ou alongamento do assoalho pélvico, drenagem linfática, alongamentos, pilates diferenciado, RPG e outros. É muito útil, vale a pena! 

Acesse o link abaixo o resultado de um estudo científico recente sobre a importância da diferença dos gêneros para a eficácia das orientações dadas pelos fisioterapeutas aos idosos:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502012000400002&lang=pt

Pilates – o que é esta “ginástica” que tantos famosos praticam?

Postado por admin em 01/abr/2014 - Sem Comentários

Fisio 48Fisio 45 Fisio 46 Fisio 47

 

Sobre Pilates então você já está cansado de tanto ouvir falar, não é?!

É uma ginástica divertida, deixa o corpo todo desenhado, melhora a postura, muitos famosos praticam… não é isto?! NÃOOOOO, é muito mais!!! Veja:

Pilates é um tipo de atividade física que envolve fortalecimento muscular e alongamento, utilizando principalmente o peso do próprio corpo do praticante para a sua execução. O método proporciona a ativação de vários grupos musculares ao mesmo tempo, através de movimentos suaves e contínuos, mas sempre com estabilização dos músculos centrais do corpo e fortalecimento do abdômen profundo (“Power House” – a casa de força do corpo). Este é o princípio básico do Pilates e é por isso que ele é tão famoso por melhorar a postura e fazer parte do tratamento de pessoas com problemas na coluna.

Mas não é só isso!! O Pilates ainda mistura o treino de força com flexibilidade e equilíbrio, focando na qualidade, precisão e controle dos movimentos (ao invés da quantidade como na musculação tradicional) e na sincronicidade entre os músculos, para evitar sobrecargas. É por isso que é uma técnica capaz de reeducar e otimizar movimentos que fazem parte de outras atividades esportivas ou mesmo do dia-a-dia da pessoa. Este é o motivo também pelo qual é uma prática que exige muita concentração!! E a razão pela qual muitas pessoas dizem que é possível alcançar um equilíbrio mental quando se pratica. E é mesmo: é preciso prestar atenção em cada detalhe do corpo e seus movimentos, então não dá tempo para pensar em distrações, o que faz com que a mente descanse um pouco e o indivíduo ganhe um “tempinho de paz” quase como se estivesse meditando! Alívio de estresse e tensão…

A respiração é outra coisa abordada no Pilates e que é super importante! Existe uma forma de respirar sem perder a estabilização do tronco (fortalecimento do abdômen profundo), garantindo mais segurança principalmente nos movimentos que envolvem carga. Esta forma de respirar é tão treinada durante a aula que a pessoa acaba usando-a inconscientemente nos outros momentos do dia (mantém os benefícios!) sem precisar se esforçar toda hora!

Com tudo isso, claro que a consciência corporal do praticante aumenta muito, garantindo mais harmonia e leveza em todos os movimentos, dentro e fora das aulas. E é exatamente aí que nós queremos chegar, porque somente assim é que a pessoa começa a retomar a AUTONOMIA de seu próprio corpo, prevenindo lesões, melhorando a agilidade e coordenação motora com consequente melhora do auto-cuidado e da auto-estima.

Os exercícios são diferentes daqueles que a gente se acostumou a ver na academia. E parece que sempre é possível criar mais um, fazendo com que as aulas sejam muito dinâmicas e lúdicas, com uma variabilidade de movimentos sem fim. Esta característica se mantém nas aulas realizadas com os aparelhos (Reformer, Cadillac, Chair, Barrel) tanto quanto na realizadas no solo (Mat Pilates, Pilates com bola, etc).

Pronto, agora você tem finalmente uma boa visão geral do que é o Pilates!! Deu para entender que pode fazer parte da prevenção, promoção e manutenção da saúde, não é?! Então vem, vamos começar a treinar! 🙂

O que faz a Educadora Perinatal?

Postado por admin em 01/abr/2014 - Sem Comentários

“Dividir conhecimento é igual a somar”

É nesta frase que se baseia o trabalho de uma EDUCADORA PERINATAL!! Entenda mais…

A função principal da Educadora Perinatal é apresentar, esclarecer e portanto auxiliar as adaptações às mudanças físicas e emocionais da gravidez, parto e pós parto. Esta ajuda é prestada à família, não apenas à gestante, então todos podem aproveitar!! Como isso é feito? 

Nas consultas individuais ou em encontros de gestantes e puérperas (grupos de apoio), a Educadora Perinatal:

– Apresenta e discute os desconfortos e preocupações comuns na gravidez, o relacionamento do casal e o papel do pai na gestação e no parto, bem como os novos papéis que serão desempenhados por toda a família.

– Fornece informações sobre os tipos de parto, vantagens e desvantagens de cada um e da medicalização (exames, remédios, intervenções, etc) da gestação e parto. Informa sobre a possibilidade de parto normal após cesariana.

– Apresenta o panorama obstétrico atual do Brasil: sim, somos campeões!! Mas em “cesárea desnecessária” que põe em risco a vida da mãe E do bebê  🙁

– Explica o que é o tão falado “parto humanizado” e porque ele está tão em pauta ultimamente. Explica como acontece o parto na água e suas vantagens.

– Explica e incentiva práticas de parto e pós-parto recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Medicina baseada em Evidências.

– Informa todas as possibilidades de assistência ao parto humanizado, considerando a realidade médica, financeira, emocional e geográfica de cada um. Quando necessário, indica médicos, hospitais, casas de parto, grupos de apoio e outros serviços.

– Ajuda na elaboração de um Plano de Parto: documento que relaciona todas as necessidades, desejos e escolhas de cada cliente, para o momento do trabalho de parto e parto. *Este documento ajuda a família a se preparar física e emocionalmente para estes momentos e ajuda a equipe de parto a atender as preferências da família.

– Explica a fisiologia do trabalho de parto e parto, esclarecendo dúvidas sobre todas as fases, possíveis complicações e como contorná-las, papel do acompanhante de parto, da Doula e de toda equipe de parto.

– Apresenta técnicas e recursos não farmacológicos para lidar com os desconfortos da gravidez, parto e pós parto. Apresenta posições e respirações eficazes e confortáveis para o trabalho de parto e parto, bem como o posicionamento ideal do bebê no final da gestação.

– Orienta medidas simples e práticas que garantem a formação de um bom vínculo mãe-bebê e pai-bebê, auxiliam o aleitamento materno descomplicado e saudável, auxiliam na organização da rotina e relações da nova família (pai, mãe, irmãos, avós, etc).

– Orienta os cuidados com o bebê: higiene, sono, amamentação, conforto, banho de ofurô, carregamento em slings, etc.

– Explica e desmistifica a Tristeza Materna e a Depressão Pós-Parto

>> E esclarece e elucida qualquer dúvida ou anseio relacionados com o nascimento e maternidade/ paternidade, assim como ministra curso de Reciclagem para Vovós que querem entender ou participar mais da vida dos pequenos netos, já atualizadas sobre os cuidados recomendados atualmente (comprovados pela comunidade científica).

Todas estas informações e auxílios podem ser compiladas também em cursos, ministrados para pequenos grupos ou em formato individual, no consultório, à domicílio ou empresas. O objetivo é propagar informação atualizada e de qualidade, propiciando o crescimento de todos 🙂