Arquivo de janeiro de 2016

Relato de Consultoria do Sono do Kenzo

Postado por admin em 28/jan/2016 - Sem Comentários

Relato de uma família feliz e que dorme muito melhor hoje em dia 😉

Quando soubemos do trabalho de consultoria de sono, o Kenzo tinha 2 meses e achávamos que, para sua idade, ele dormia muito bem. Acordava geralmente duas vezes por noite para mamar e mantinha suas sonecas curtas durante o dia. A forma com que adormecia era balançando no colo ou no peito após a mamada.

Como pudemos constatar ao longo de seus atuais dez meses é que tudo muda. Não só eles crescem e ficam mais pesados, como também passam a entender melhor o que acontece ao seu redor. Balançar para dormir em todas as suas curtas sonecas de duração máxima de 45 minutos, pelos altos de seus cinco meses, começou a nos parecer forçado para ambos os lados. Ele apresentava certa resistência, esticando seu corpo como se quisesse se esquivar do colo ao balançá-lo para dormir. Eu comecei a ficar com a rotina desgastada por ter que mantê-lo no colo para adormecer em todas as sonecas, com o alto risco de ele acordar no momento de colocá-lo no berço.

Apesar de estar satisfeita com as noites de sono, tendo em vista que ele dormia e, se acordasse, mamava e logo dormia, resgatei o contato da Lúcia que havia anotado meses atrás e a procurei com este desafio: estender as sonecas de dia. Fizemos uma reunião em que ela nos expôs o trabalho e combinamos de iniciar o plano de sono depois que ele completasse os seis meses, na esperança de que as sonecas se acertassem naturalmente conforme o avanço da idade.

Os seis meses chegaram e, não apenas as sonecas do dia permaneceram curtas e leves (a ponto de eu decidir, em alguns momentos, deixá-lo no sling para garantir que dormisse dois ciclos de sono), como o sono da noite ficou bagunçado, provavelmente por conta de algum salto de crescimento ou desenvolvimento. Acordava e custava a voltar a dormir, despertava com muita frequência, chorava ao acordar. Isso se estendeu por pelo menos três semanas, o que desgastou a família toda. Não hesitamos em solicitar o plano de sono à Lúcia!

Respondemos minuciosamente ao questionário que nos foi enviado e agendamos uma conversa ao vivo. Foi um papo ótimo e agradável que, como foi verificado durante todo o processo, nos deu confiança e certeza daquilo que deveríamos fazer. Para resolver as sonecas do dia era primordial trabalhar antes o sono da noite.

O objetivo do plano traduziu a necessidade da família e expôs, além de conceitos teóricos que nos fizeram entender a fase de desenvolvimento pela qual o Kenzo passava, um pré-treinamento seguido por um treinamento de sono noturno, que simultaneamente replicávamos para o dia conforme observávamos a adaptação do nosso filho. O pré-treinamento e o treinamento envolveram integralmente amor, empatia e suavidade. Provavelmente, se aplicássemos as teorias sem a orientação da Lúcia não nos sentiríamos seguros para levar todo o processo adiante. Conforme colocávamos o plano em prática, tivemos um acompanhamento muito próximo e constante, que nos assegurou de que estávamos agindo corretamente e, quando necessário, tomando decisões adequadas.

Acredito que iniciamos com um passo à frente! O Kenzo lutava tanto nas acordadas noturnas porque ele ansiava por resolver seu sono sozinho. Quando o pegávamos no colo para acalmá-lo seu humor piorava e ele se contorcia como se quisesse saltar e se esquivar de nós. Portanto o treinamento, para ele, veio em boa hora. Finalmente ele conseguiria resolver esta questão sozinho!

E foi com suavidade que, após os dias de pré-treinamento em que estabelecemos ritual e rotina de desasceleração ao Kenzo, fizemos a primeira noite de treinamento. Acalmamos por quanto tempo ele nos solicitou na hora de pegar no sono e, surpreendentemente, despertou somente na manhã seguinte. Este resultado nos motivou e a cada noite ele pegava no sono mais naturalmente. Os rituais que criamos para ele saber que a hora de dormir estava próxima foram eficazes e certamente lhe transmitiram segurança e previsibilidade, tudo o que um bebê necessita para se deixar levar.

Todos as manhãs relatávamos à Lúcia como foram o dia e a noite de sono, para que ajustes fossem feitos, dicas fossem dadas e conselhos fossem transmitidos. E foram muitos os conselhos! A Lúcia virou a psicóloga da família. Ela nos transmitia a segurança que nós transmitíamos ao nosso filho.

Consequentemente as sonecas da manhã, que antes duravam apenas um ciclo de sono, passaram a se estender para uma hora e meia, depois duas horas. Como sempre o balançávamos para pegar no sono e colocar no berço, esta era a referência que ele buscava ao transpor os ciclos de sono. Por isso sempre acordava chorando, assustado por estar em outro local! Hoje ele conscientemente pega no sono no berço, já sabe que é o momento de tirar a soneca da manhã ou da tarde, e consegue emendar as sonecas para a quantidade de tempo que ele necessita. Parece que gosta da hora de dormir e, embora ainda não fale, ele nos pede para dormir. Sabe que está com sono, que precisa descansar e que o sono é algo necessário e prazeroso.

É claro que, como todos os bebês em desenvolvimento, ele enfrenta os saltos de crescimento, seus dentes nascem, ele testa habilidades adquiridas durante a madrugada e acaba despertando. Portanto, por vezes acorda e temos que acalmá-lo. Muitas dessas vezes tivemos orientação da Lúcia, que nos tranquilizou assegurando que a coisa não degringolou de um dia para o outro – é passageiro! Ele já sabe dormir. Em alguns momentos ele realmente precisará da nossa ajuda para seguir em frente com o sono, pelo fato de estar passando por alguma transformação!

Este aprendizado o deixou orgulhoso, mais feliz e seguro! E, claro, a família toda ficou satisfeita por ter seu sono melhorado e conseguir restabelecer as energias no período da noite para cuidar do pequeno com disposição no dia seguinte!

A experiência de cuidar da cria é um aprendizado mútuo! Tanto os pais quanto os filhos estão vivendo aquilo pela primeira vez e é ótimo quando se tem a ajuda de pessoas super bacanas como a Lúcia para tornar esta fase mais agradável e tranquila!

*Nosso trabalho foi realizado no final de 2015, mantemos contato até hoje =)

Reportagem HypnoBirthing Brasil na Revista Crescer em 2015

Postado por admin em 06/jan/2016 - Sem Comentários

Um pouco mais sobre este método lindo e útil! 😉

http://revistacrescer.globo.com/Gravidez/Parto/noticia/2015/05/hypnobirthing-ajuda-relaxar-na-hora-do-parto.html

Reportagem HypnoBirthing Brasil na Uol em 2015

Postado por admin em 06/jan/2016 - Sem Comentários

Veja aqui algumas coisas lindas descritas por uma das participantes do Curso de Preparação para o Parto HypnoBirthing 😉

 

http://mulher.uol.com.br/gravidez-e-filhos/noticias/redacao/2015/10/23/mulher-relata-parto-com-menos-dor-apos-uso-de-tecnicas-de-hipnose.htm

Relato da Importância da Doula

Postado por admin em 06/jan/2016 - Sem Comentários

Recebido com muita alegria no último dia 18/dez (2015), DIA DA DOULA, na página do facebook, Lúcia Fisio e Doula… palavras de uma mulher guerreira e muito querida!! =)

 

Beatriz, minha amiga tão querida e especial, hoje me inspirou a agradecer. Hoje é dia da doula.

Lúcia Fisio e Doula, obrigada. Você foi a nossa luzinha no caminho para o nascimento do Francisco. Nos recebeu quando estávamos com o coração cheio de dúvidas e nos apoiou na escolha da nova obstetra. Com todo o conhecimento, e amor que tem pelo que faz, nos mostrou cada detalhe do caminho que trilharíamos a partir da 33a semana de gravidez.

Agradeço o cafuné pra me relaxar, as meias que conseguiu pra mim – não sei como – quando estava com frio e as intermináveis horas da massagem que me aliviaram a dor. “Ela é foi infinitamente melhor que uma anestesia!” repito para todos que se interessam pela história do meu parto.

Obrigada por ter colocado o Francisco grudadinho com o pai durante os minutos em que eu não pude ficar com ele. E por toda a coragem que me passava só com o olhar. Você não foi minha doula. Foi nossa. Apoiou, abraçou e cuidou de nós 3 no momento mais único e especial que já vivenciamos. Pra mim todo dia é dia de lembrar de você com o coração cheio de gratidão.

<3

Participação do Pai no Parto do Bebê

Postado por admin em 06/jan/2016 - Sem Comentários

Além de muito importante e cada vez mais comum, a participação dos pais no parto de seus filhos é também uma experiência enriquecedora para eles!!

Confira a reportagem do link abaixo, onde há uma participação minha 😉

 

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/08/pais-no-parto-homens-relatam-como-e-emocao-de-ver-o-filho-nascer.html