Cuidados na Gestação, Parto e Pós-Parto – Assoalho Pélvico

por admin em 13 de abril de 2014 | Sem Comentários

Para manter a saúde na gravidez e pós-parto e ainda garantir um bom físico para o momento do parto, é necessário fazer algumas coisinhas… principalmente com relação ao Assoalho Pélvico. Mesmo que a via de parto escolhida não seja a vaginal (quando é escolhida uma cesariana), o peso do bebê se desenvolvendo no ventre da mãe durante vários meses requer uma atenção especial, pois é trata-se de uma sobrecarga para esta musculatura.

Sim, o Assoalho Pélvico é um conjunto de músculos (fáscias e ligamentos também), e não simplesmente uma pele!! Ele se localiza entre o osso púbis, o cóccix, fechando a parte de baixo da pelve. Falamos muito pouco dele no dia-a-dia, mas ele consiste uma uma estrutura extremamente importante pois garante a continência urinária e fecal (não deixar escapar xixi ou cocô), bem como a manutenção dos órgãos pélvicos em suas posições anatômicas e a função sexual. O mau funcionamento do Assoalho Pélvico ocasiona muitos desconfortos e constrangimentos que vão desde a comum incontinência urinária e dificuldade de controlar a saída de gases e/ou fezes, até a caída da bexiga e a diminuição do prazer durante o ato sexual.

Por isso é importante cuidar bem dele! O ideal é praticar exercícios de fortalecimento desta musculatura durante toda a gestação e no pós-parto, garantindo que ela dê conta também do peso do bebê e que os órgãos internos voltem ao seu lugar normal o mais rápido possível. Mas quando a escolha da via de nascimento é a vaginal (parto normal ou natural), é bom também praticar alguns alongamentos e massagens específicas da região para evitar lascerações.

Ao contrário do que se acreditava antigamente, sabe-se hoje que a Episiotomia (corte da vulva para “facilitar” o nascimento do bebê) pode prejudicar muito o estado genital das mulheres ao invés de preservá-lo (e não influencia positivamente a saída do bebê), ou seja, ela é mais prejudicial do que benéfica, e portanto deve ser evitada.

Pensando nisso e em uma forma de facilitar a preparação do Assoalho Pélvico feminino para o momento do parto, foi desenvolvido um aparelho simples e muito eficaz com o nome de Epi-no, que quer dizer: EPIsiotomia NÃO. O Epi-No é um aparelho também simples e fácil de usar. Ele pode ser usado tanto para tonificar e fortalecer a musculatura, quanto para aumentar a flexibilidade da musculatura vaginal e períneo, através de exercícios e distensão. Atualmente já é comercializado no Brasil!

Doula 20

Principalmente para as gestantes, vale mesmo a pena se inteirar sobre o assunto, não é?! Todas as orientações e exercícios são bem simples, vale a pena saber mais!!

Categorias: Fisioterapia, Programa Gestar | Tags:
Sem Comentários

Compartilhe este post:
Você também pode gostar de:
Fatal error: Call to undefined function wp_related_posts() in /home/storage/b/38/5f/site1366682852/public_html/wp-content/themes/luciadesideri/single.php on line 119